TERÇAS-FEIRAS COM ARTE - O HOMEM INUNDADO 24/05

 TERÇAS - FEIRAS COM ARTE
O Lado Oculto da Investigação
CONVITE / CICLO DE CONFERÊNCIAS

A Direcção da Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas, CRL.,convida para o Ciclo de conferências do projecto "Terças - Feiras com Arte: O lado Oculto da Investigação"

O LADO OCULTO DA INVESTIGAÇÃO

A programação que agora dá continuidade na Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas, CRL em articulação com a Unidade Técnico Científica [UTC] de Estudos Culturais e Sociais e o Núcleo de Investigação Estudos de Arte e do Património [NEAP] da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto tem como principal objectivo divulgar a produção científica desenvolvida em Portugal e no estrangeiro, quer em contexto de Cursos de Mestrado (2.º ciclo), quer de Doutoramento (3.º ciclo). Prevê-se ainda a possibilidade de participação de Pós-Graduados e ou outros Investigadores, cuja pesquisa e produção sejam um contributo para o conhecimento das Artes, da Cultura e do Património. Incluindo diferentes modelos, previstos no Ensino Superior português ou de outros países. Os temas das dissertações, projectos, Estágios (2.º ciclo), assim como os temas das Teses ou Projectos de Doutoramento que se pretendem partilhar incidem em áreas científicas culturais e artísticas complementares, sendo transmitidos pelos respectivos autores, decorrendo de um levantamento que tem vindo a ser realizado e terá continuidade. Mostrar-se-á o lado oculto dos processos, procurando elucidar, desconstruir representações que subsistem e dando visibilidade à exigência, rigor e qualidade da investigação concretizada.

MAIO
O HOMEM INUNDADO
28 | MAIO 2019 | 18H00

MAURÍCIO ADINOLFI
I.A. Unesp/Capes | ESE - IPP

A apresentação se baseia no livro de artista intitulado O Homem Inundado desenvolvido durante a pesquisa de doutoramento de Adinolfi. A publicação é organizada através de uma narrativa poética, composta por imagens, cores e tipografias. Possui três vídeos integrados à primeira parte, a um interstício e ao final.

Estruturalmente, o texto se constitui pela experiência de fragmentação, junto a certa assimetria de ritmo, tendo por fio condutor a maré e uma presença humana que vai se inundando, um corpo que cruza âmbitos da natureza e se transforma; com referências náuticas, de construção e dos processos de realização das intervenções e site specifics do artista Esses grupos vão se desenvolvento de forma ensaística, concomitante a influência da montagem dramatúrgica, com prólogo, atos e epílogo.

A pesquisa de doutoramento envolve investigação das técnicas e poéticas construtivas tradicionais de embarcações de madeira, buscando desenvolver como tese o conceito de estrutura, presente nas produções artísticas realizadas entre Portugal e Brasil que levantam questões marítimas e existenciais.